100azimutes


VOR 2017-2018 # Lisbon Leg Start from the air!

Mais uma vez, estamos a acompanhar a Volvo Ocean Race tão próximo quanto possível, seja na aplicação, seja enquanto estiveram em Lisboa. As fotos são mais que muitas. Enquanto não faço a “escolha da amendoa” deixo-vos um dos vídeos de hoje, a sudoeste do Cabo Espichel, rumo à Cidade do Cabo.

Se uma imgame vale por mil palavras, este vídeo vale por muitas mais.

Anúncios


ROTA SOLIDÁRIA, DA CONFIANÇA E AFECTOS

IMG_8396 (Cópia)

Respondendo a vários apelos institucionais e particulares da região afectada pelo vulgarmente chamado “Incêndio de Pedrógão”, a Land Lousã delineou uma pequena rota 4×4, a realizar entre 15 e 16 de Julho, desde o Alto Padrão (na Lousã) até Pedrogão Grande, com paragem obrigatória na praia fluvial do Poço da Corga, almoço no quartel dos BV de Castanheira de Pera, prosseguindo em direcção à praia fluvial do Mosteiro, albufeira do Cabril e Parque de Campismo de Pedrógão Grande. Na véspera de se completarem 30 dias sobre os dantescos incêndios que assolaram a zona, vitimando inúmeras famílias e afastando quase inexoravelmente o turismo (o que penaliza duplamente as populações), o principal objectivo era mostrar que, não obstante a tragédia, é imperioso não “fugir” da região e apoiar o comércio e instituições locais, pois têm muito para oferecer.
Pela nossa parte, dissemos presente assim que recebemos o convite.
Deixo-vos um pequeno filme que procura registar os momentos mais significativos, abstendo-me de toda e qualquer imagem (casas e/ou viaturas queimadas) que possam reabrir feridas ainda não saradas de quem terá passado por tão dramáticas situações e possa espreitar o vídeo.



TRANSMONTANA

IMG_3555

Os tons outonais fascinam-me. Nas semanas de finais de outono, início de inverno, o cair da folha transforma radicalmente a paisagem, proporcionando uma paleta de cores que só os verdadeiros artistas conseguem reproduzir. Como não tenho grande jeito para o desenho e pintura, tento, sempre com menos tempo do que desejaria, fazer uns bonecos fotográficos que imitem ligeiramente aquilo que observo. As imagens que seguem, obtidas entre Foz Côa, Torre de Moncorvo, Bragança, Montesinho e Pitões das Júnias, procuram ilustrar o que referi, num fim-de-semana de 3 dias, em dezembro último.

 

 

 



ESCAPADELA À SERRA DA ESTRELA

 

img_3767

A Serra da Estrela exerce em mim uma atracção muito especial, “funcionando” frequentemente como “catarse” para as mais variadas adversidades. Se não atinge a “purificação filosófica” que lhe era atribuída pelo velhinho Aristóteles, costuma ter o “dom” de possibilitar uma libertação emocional que rejuvenesce o espírito e dá alento ao físico. “Filosofias baratas” aparte, gosto de voltar à Serra, seja no Inverno ou em qualquer outra estação do ano. Em Fevereiro, antes do Carnaval e das costumeiras enchentes de visitantes, a meteorologia anunciou um fim-de-semana de sol, com frio à noite, bem como a possibilidade de cair alguma neve… como se depreende, bazámos em direcção ao Maciço Central… As fotos e o filme que seguem, procuram ilustrar um pouco do muito que vimos e que, para não variar, nos fizeram dar por bem empregue a viagem. 

FILME AQUI

 



BIVOUAC NA OITAVA

Mais um fim-de-semana de Julho, mais um convite para uma curta passeata 4×4 com o objectivo de fazer um bivouac na companhia dos amigos da Land Lousã. Como habitualmente, foram obtidas as autorizações e ultrapassadas as burocracias para que, apesar de estarmos na fase Charlie, pudéssemos usufruir em segurança de todas as potencialidades de um animado convívio no parque de merendas da Oitava. Ao intenso calor durante o dia, sobreveio um ameno pôr-do-sol, enriquecido com um fantástico rancho na trempe feito pelo Parola (Leonel e Viriato, estava tão bom como o do Djebel Siroua) e uma panóplia de iguarias e bebidas que tornaram ainda mais animado o convívio até por volta das 0200 de domingo. Por volta das 0630 os veados rondaram o acampamento mas não se deixaram fotografar – mal abri a porta da Hilux para ir buscar a Canon… eclipsaram-se. Após o pequeno-almoço despedi-me dos demais participantes, pois que outro “chamamento” se sobrepôs.

Podem ver o filme AQUI  e algumas fotos abaixo.

IMG_0556 (Cópia)IMG_0558 (Cópia)IMG_0559 (Cópia)IMG_0562 (Cópia)IMG_0575 (Cópia)IMG_0590 (Cópia)IMG_0593 (Cópia)IMG_0595 (Cópia)IMG_0598 (Cópia)



BOUCLE DE DORNES 4X4

De acordo com o Vortex Magazine, Dornes, terra muito antiga, que será mesmo anterior à fundação da nacionalidade, é uma das cinco mais belas vilas de Portugal. Como gostos não se discutem, não vale a pena argumentar contra ou a favor. O que posso dizer é que conheci Dornes no início da década de 80, quando me refugiei alguns fins-de-semana no Lago Azul para escapar ao bulício de Lisboa e respirar a tranquilidade do rio Zêzere. A convite dos amigos do Pula Valas, participei naquilo a que chamei de Boucle de Dornes 4×4, i.e., uma passeata “fora de estrada” em torno da vila, durante o primeiro fim-de-semana de Julho. Claro que o passeio 4×4 foi apenas pretexto para animado convívio que teve início com a concentração dos participantes em Coruche, e o início das hostilidades gastronómicas na Sopa da Pedra, em Almeirim. Com a excelente “desorganização organizada” do Pedro Santos, foram dois dias de animada diversão. Como só pude aceitar o convite “em cima da hora” acabámos por pernoitar na Vila dos Castanheiros, local onde hei-de voltar com mais tempo.

Deixo-vos com alguns bonecos e um filme que podem ver no YouTube clicando AQUI.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 



ALGARVIA 2016
17/06/2016, 18:05
Filed under: Passeios 4x4, PORTUGAL | Etiquetas: , , ,

Por convite de amigos que já conheciam os companheiros do “Pula Valas”, passámos em finais de Abril um muito agradável fim-de-semana pelos montes e vales do Alentejo e Algarve, de Milfontes até ao barlavento algarvio. Muita animação, frequentes paragens técnicas para comemorar de tudo um pouco – mero pretexto para degustar um sem número de “acepipes” e “licores” – tudo correu às mil maravilhas e acho que ninguém se importou por ter rolado no tapete negro uma parte significativa do que estava previsto ter sido feito por fora de estrada.

A poucas semanas de fazer mais uma incursão com estes novos amigos, não podia deixar de partilhar aqui as imagens que recolhi desta primeira passeata com o “Pula Valas”.

Como o WordPress bloqueou a colocação directa dos filmes do YouTube, seguem os links:

ALGARVIA 1

ALGARVIA 2