100azimutes


TRANSMONTANA

IMG_3555

Os tons outonais fascinam-me. Nas semanas de finais de outono, início de inverno, o cair da folha transforma radicalmente a paisagem, proporcionando uma paleta de cores que só os verdadeiros artistas conseguem reproduzir. Como não tenho grande jeito para o desenho e pintura, tento, sempre com menos tempo do que desejaria, fazer uns bonecos fotográficos que imitem ligeiramente aquilo que observo. As imagens que seguem, obtidas entre Foz Côa, Torre de Moncorvo, Bragança, Montesinho e Pitões das Júnias, procuram ilustrar o que referi, num fim-de-semana de 3 dias, em dezembro último.

 

 

 



ÁFRICA DO SUL -SUAZILÂNDIA – MOÇAMBIQUE (10/12)
14/01/2017, 22:52
Filed under: MOÇAMBIQUE, Passeios 4x4 | Etiquetas: , , , ,

img_2607

Tínhamos planeado partir de Maputo para a Ponta do Ouro numa segunda-feira e regressar na quarta ou quinta, consoante as condições meteorológicas e as da estadia. Saímos depois de uma noite de chuva, numa manhã de sol envergonhado e dia feriado. Fomos para a fila do ferry para o Catembe, conseguimos entrar no segundo ou terceiro e fizemos uma travessia tranquila. Após desembarcar, percorremos os cerca de 115 kms até à Ponta, na sua esmagadora maioria, pela pista de terra batida e areia, nas calmas. Nalguns pedaços, já circulámos na estrada que os chineses estão a construir. Pelo que vimos, creio que não faltará muito para estar transitável e a pista ficar votada ao abandono ou ao uso local. À medida que nos aproximávamos do destino, cruzámo-nos com dezenas de pick-ups e outros 4×4 que regressavam a Maputo, depois de um fim-de-semana prolongado, passado, precisamente, na Ponta do Ouro. Chegámos à hora de almoço, comemos no Bar da Praia e procurámos um lugar para ficar duas noites. Tínhamos pensado acampar, mas, a enorme lixeira deixada pelos que lá estiveram antes de nós e algumas instalações nauseabundas, inviabilizaram os nossos planos. Depois de verificarmos alguns locais, o João sugeriu um resort propriedade de um antigo conhecido e ali “abancámos”. A temperatura estava relativamente amena, mas o vento tornou impraticável fazer alguma praia. Aproveitámos para explorar as redondezas, algumas pequenas caminhadas, umas fotos para mais tarde recordar e pouco mais. Durante o jantar do segundo dia, decidimos que regressaríamos logo na manhã seguinte a Maputo. A meteorologia agravou-se e aproximavam-se várias frentes com muita chuva incluída. Alguma desilusão e a ameaça de um enorme lamaçal desde a Ponta até à zona das antenas de telecomunicações aconselhavam a partida antes da chuva intensa (o Tracks4África assinala aquela pista como off road & deep sand). Ficam as fotos desde Maputo à Ponta do Ouro. Se gosta, subscreva e divulgue pelos seus amigos – pode ser útil a algum.



BIVOUAC NA OITAVA

Mais um fim-de-semana de Julho, mais um convite para uma curta passeata 4×4 com o objectivo de fazer um bivouac na companhia dos amigos da Land Lousã. Como habitualmente, foram obtidas as autorizações e ultrapassadas as burocracias para que, apesar de estarmos na fase Charlie, pudéssemos usufruir em segurança de todas as potencialidades de um animado convívio no parque de merendas da Oitava. Ao intenso calor durante o dia, sobreveio um ameno pôr-do-sol, enriquecido com um fantástico rancho na trempe feito pelo Parola (Leonel e Viriato, estava tão bom como o do Djebel Siroua) e uma panóplia de iguarias e bebidas que tornaram ainda mais animado o convívio até por volta das 0200 de domingo. Por volta das 0630 os veados rondaram o acampamento mas não se deixaram fotografar – mal abri a porta da Hilux para ir buscar a Canon… eclipsaram-se. Após o pequeno-almoço despedi-me dos demais participantes, pois que outro “chamamento” se sobrepôs.

Podem ver o filme AQUI  e algumas fotos abaixo.

IMG_0556 (Cópia)IMG_0558 (Cópia)IMG_0559 (Cópia)IMG_0562 (Cópia)IMG_0575 (Cópia)IMG_0590 (Cópia)IMG_0593 (Cópia)IMG_0595 (Cópia)IMG_0598 (Cópia)



BOUCLE DE DORNES 4X4

De acordo com o Vortex Magazine, Dornes, terra muito antiga, que será mesmo anterior à fundação da nacionalidade, é uma das cinco mais belas vilas de Portugal. Como gostos não se discutem, não vale a pena argumentar contra ou a favor. O que posso dizer é que conheci Dornes no início da década de 80, quando me refugiei alguns fins-de-semana no Lago Azul para escapar ao bulício de Lisboa e respirar a tranquilidade do rio Zêzere. A convite dos amigos do Pula Valas, participei naquilo a que chamei de Boucle de Dornes 4×4, i.e., uma passeata “fora de estrada” em torno da vila, durante o primeiro fim-de-semana de Julho. Claro que o passeio 4×4 foi apenas pretexto para animado convívio que teve início com a concentração dos participantes em Coruche, e o início das hostilidades gastronómicas na Sopa da Pedra, em Almeirim. Com a excelente “desorganização organizada” do Pedro Santos, foram dois dias de animada diversão. Como só pude aceitar o convite “em cima da hora” acabámos por pernoitar na Vila dos Castanheiros, local onde hei-de voltar com mais tempo.

Deixo-vos com alguns bonecos e um filme que podem ver no YouTube clicando AQUI.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 



ALGARVIA 2016
17/06/2016, 18:05
Filed under: Passeios 4x4, PORTUGAL | Etiquetas: , , ,

Por convite de amigos que já conheciam os companheiros do “Pula Valas”, passámos em finais de Abril um muito agradável fim-de-semana pelos montes e vales do Alentejo e Algarve, de Milfontes até ao barlavento algarvio. Muita animação, frequentes paragens técnicas para comemorar de tudo um pouco – mero pretexto para degustar um sem número de “acepipes” e “licores” – tudo correu às mil maravilhas e acho que ninguém se importou por ter rolado no tapete negro uma parte significativa do que estava previsto ter sido feito por fora de estrada.

A poucas semanas de fazer mais uma incursão com estes novos amigos, não podia deixar de partilhar aqui as imagens que recolhi desta primeira passeata com o “Pula Valas”.

Como o WordPress bloqueou a colocação directa dos filmes do YouTube, seguem os links:

ALGARVIA 1

ALGARVIA 2

 



RONDA DOS CASTANHEIROS 2015

IMG_3116_Small

A exemplo dos anos anteriores, a proximidade do São Martinho, castanhas e jeropiga, foi o pretexto para mais uma bem sucedida Ronda dos Castanheiros, organizada pela Land Lousã. Foi um sábado muito animado, pleno de sol, com um rali pelo meio, algumas dificuldades e percalços, a recordar aos mais distraídos que não basta terem uma boa máquina; é fundamental conhecê-la bem e saber ler o terreno. Vem isto a propósito de uma muito esquecida regra: a de adequar a pressão dos pneus ao tipo de terreno, de modo a não degradar os trilhos por onde se passa e não ter de exigir da mecânica e transmissão esforços desnecessários.

Ronda Castanheiros 2015

Ficam as fotos e um filme no YouTube.

 

 



PELOS TRILHOS DA MALCATA E ARREDORES

1286372045Lince_2

Sem que alguma vez tenha procurado o porquê, conhecia mal a zona de Penamacor e os tesouros da Serra da Malcata – a Reserva Natural e o famoso lince ibérico. Para os mais interessados, o sítio do INCF tem alguma informação acessível e bem estruturada sobre a Reserva e seus arredores e, na internet, existe muita mais. Não vimos linces mas fomos brindados com a oportunidade de filmar uma espectacular vara de javalis a atravessar o trilho que estávamos a percorrer… Em época de férias e “dolce far niente” deixo-vos esta sugestão, sem fotos (que perdi) mas com um vídeo realizado numa incursão de 3 dias feita em Agosto de 2014 a uma zona agradável, longe dos grandes aglomerados turísticos, onde se come bem e existem óptimas condições para retemperar energias. Neste último aspecto, as duas noites passadas no Hotel das Termas de São Tiago deixaram algo a desejar, principalmente, devido a um casamento cujo “copo de água” e inerente alegria/balbúrdia retirou toda a potencial magia e possibilidade de descanso daquele belo espaço. De automóvel ou em 4×4, tem muito que ver e apreciar. Respeite o Código de Conduta, dê uns belos mergulhos nas praias fluviais/piscinas e divirta-se ou descanse.