100azimutes


CHILE – O SALAR DE TARA

Antes de chegarmos a San Pedro de Atacama, pouco conhecia sobre o Salar de Tara – excepto que poucas agências proporcionavam transporte para o local, que os preços eram elevados e que era presumivelmente impossível chegar até lá sem ser acompanhando uma dessas viagens. Portanto, tivemos de tentar perceber onde ficava esse aparente paraíso, de que apenas tinha lido parcos relatos e visto algumas fotografias espantosas.

Depois de um magnífico jantar num restaurante a céu aberto e com uma grande fogueira no centro da sala, combinámos que nos separávamos e íamos vasculhar nas agências de viagens de San Pedro alguma informação que nos fornecesse uma pista. Era um segredo bem guardado, nenhuma fotografia, mapa ou prospecto mostrava a localização. No entanto, com alguma habilidade lá conseguimos obter informações que me permitiram ir para o bungalow tentar estabelecer um trajecto para lá chegar. Seria uma viagem para um dia completo, com cerca de 250 a 300 kms, muito tempo acima dos 4.500 metros de altitude e com navegação por azimutes pois não havia pistas marcadas.

Partimos bem dispostos e chegámos ao Salar sem avistar vivalma, rodeados por paisagens de outro mundo. Quando parámos, fomos abordados pelo motorista de uma “monstruosa” carrinha 4×4 americana que, entre duas taças de champanhe servidas ao casal que transportava, nos disse que fazia aquele percurso há vários anos e era a primeira vez que alguém ali chegava pelos próprios meios. Perguntou a nossa nacionalidade e, inchados de orgulho, dissemos: viemos de Portugal.

As fotos que seguem procuram ilustrar timidamente o que vimos – porque o que sentimos foi indescritível.

Uma nota de pé de página: os mais de 4.800 m de altitude que ultrapassámos pouco ou nada têm a ver com a mesma altitude nos Himalaias… os Andes são muito menos agrestes…

Anúncios

3 comentários so far
Deixe um comentário

Fantástico. Obrigado. Cada vez tenho mais sede……….

Comentar por luis58fonseca

como sempre espectacular fiquei de boca aberta espantado
com tamanha beleza obrigado ventura por partilhares estas imagens
beijinhos ai para casa

Comentar por vitor

Que saudades dessa viagem Ventura.
Estou à espera para fazermos a próxima. Já tenho percurso marcado no Sri Lanka, desertos do Namibe e Kalaari e, claro, Moçambique. Escolhe

Comentar por João Elias




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: