100azimutes


ISLÂNDIA # ICELAND – 11 (KÁRAHNJÚKAR A HOFN)

Depois do tardio mas saboroso jantar iluminado pela lua cheia e com o maior glaciar da Europa como pano de fundo, dormimos uma “noite santa” completamente isolados de tudo e de todos. Se, quando recolhemos à tenda, apenas caíam uns pingos de chuva, quando acordámos, percebemos que a noite tinha sido farta em água despejada de uma qualquer cascata lá bem alto, nas nuvens. Tomado o pequeno almoço, rapidamente chegámos ao complexo hidroeléctrico de Kárahnjúkar e podemos reapreciar a magnificência do canyon onde foi barrado o caminho ao rio Jökla – um dos 5 melhores rios da Islândia para a pesca da truta e do salmão (Fögruhlíðará, Kaldá, Laxá, Fossá e Jökla).

Canyon do rio Jökla desde a pista para a Barragem de Kárahnjúkar

Meia dúzia de quilómetros depois de atravessar os dois paredões da barragem, fizemos o desvio para a F909, em direcção a Snaefell. com intenção de conseguir chegar até próximo dos limites do glaciar Eyjabakkajökull. As fotos que seguem são de mais esse belo pedaço daquele país distante.

Renas (sem o trenó do Pai Natal)

F 909

F 909

F 909

F 909

Snaefell Rangers

Um pedaço rolante

Eyjabakkajökull

Eyjabakkajökull

Eyjabakkajökull

Marcação do WP no Garmin 60Csx

Início do regresso desde Eyjabakkajökull

Ajuda a motociclista alemão que caiu no ribeiro

A caminho de Höfn

Desvio pela F980 para Kollumúli

F980 para Kollumúli

Como não conseguimos atravessar o rio devido à muito forte corrente na zona que se vê ao fundo (até onde chegámos) tivemos de fazer meia volta e regressar à estrada para Höfn.

Chegados a Höfn e verificada a inexistência de alojamento disponível, dirigimo-nos ao parque de campismo, montámos a tenda e aguardámos a chegada do outro “expedicionário tuga”, o Bruno, também aos comandos de um Suzuki. Após o reencontro e de uma jantarada debaixo do telheiro do parque, com a troca de experiências vividas em terras islandesas, preparámo-nos para uma noite de chuva. As fotos que seguem são da alvorada do dia seguinte, antes da separação e da nossa partida para o Vatnajokull.

Os Tugas em Höfn

Höfn

Höfn

Höfn

Höfn

Höfn

Höfn


2 comentários so far
Deixe um comentário

Belas paisagens, ótpimas fotos, interessante para despertar a curiosidade de visitar

Comentar por Rogério Pereira

trabalhei na barrajen saudade dese pais

Comentar por mario rui letras hortelao




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: