100azimutes


ISLÂNDIA # ICELAND – 5 (Akureyri e Husavik)

Para este dia e um pouco da manhã seguinte, tínhamos planeado acabar o trajecto até Akureyri (pela N1) e seguir até Husavik, com a intenção de partir em busca das baleias de bossa (ou corcundas) e  minke. Escusado será referir que, sempre que possível, escolhíamos estradas ou caminhos secundários.

Acho que dá para perceber porquê…

Akureyri é a segunda maior cidade islandesa, situada no final de um magnífico fiorde. É calma, arejada e com uma arquitectura espaçada e colorida. Possibilita o regresso ao conforto e disponibilidade de aprovisionar mantimentos. Para quem não pretenda fazer muito 4×4, é um bom ponto de escala para partir à descoberta dos muitos motivos de interesse nos arredores.

No planeamento inicial, tinha programado duas opções desde Asbyrgi até Husavik, com e sem passagem por Akureyri. Optámos pela última e não estamos arrependidos. As paisagens continuaram a ser óptimas (pelo menos essa é a nossa opinião).

Mas o nosso objectivo era Husavik e as baleias. Husavik é conhecida (e bem) por ser a capital europeia dos avistamentos destes cetáceos. Segundo rezam as crónicas, a taxa de avistamentos ronda os 97% e nós ficámos felizes por fazer parte dessa estatística. Ficam algumas memórias fotográficas.

Anúncios

5 comentários so far
Deixe um comentário

Boas.
Sempre deu para ver as baleias, bem fixolas.
Inté

Comentar por Parola Gonçalves

Parola, boas

Baleias e golfinhos – mas esses vejo eu muitas vezes…)
Nos Açores, já as tinha procurado do Pico e do Faial… mas nada, nickles…
Desta vez valeu a pena o desvio e a viagem de cerca de 3 horas no Atlântico Norte…
É que foram várias baleias, durante mais de 30 minutos e, algumas, a escassos metros da embarcação.

Inté 🙂

Comentar por 100azimutes

» BoniTTas paisagens replettos de adrenalina .

cump.
cpronto

Comentar por cpronto

Boas Ventura

Atão como é ?

Actualiza-se o site e não recebo mail a informar

Tenho de andar á pesca!

Bem, apesar de saber que está ausente do pais não podia deixar de realçar o enorme esforço que é depois desta viagem relatar para nosso deleite estas paisagem

um abraço

Amilcar

Comentar por amilcar

Olá Amílcar,
Numa adpatação livre, há quem diga que é melhor saber pescar do que ter o peixe oferecido 🙂
Fora de brincadeira, o esforço de partilha vale a pena quando se recebem os incentivos que amigos e muitos desconhecidos enviam, aqui ou por mail.

AbraTTo

Comentar por 100azimutes




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: