100azimutes


ISLÂNDIA # ICELAND 2011 – 1
21/08/2011, 14:26
Filed under: Islândia, Islândia - Iceland, Os meus locais preferidos | Etiquetas: , ,

A Islândia situa-se à beira do círculo polar ártico, por volta do paralelo 66ºN e é um caldeirão geológico fabuloso. É um país de contrastes extremos, habitado por apenas 320.000 islandeses o que significa a existência de grandes áreas desabitadas ou com diminuta presença humana.

Foto da internet

Antes da crise financeira de 2008, a Islândia era considerada a 5.ª economia mais rica do mundo. Depois, com a desvalorização da corôa islandesa (ISK) tudo mudou, tudo ficou muito mais caro, atingindo muitos bens o dobro do preço anteriormente praticado.É um país caro. A ausência de infra-estruturas para alojamento turístico torna-o excessivamente dispendioso, o mesmo se dizendo do preço das refeições e demais bens necessários a quem viaje prolongadamente no país. Quem, como nós, queira conhecer o interior e as Highlands terá inevitavelmente de recorrer ao campismo e à quase total autonomia em termos de combustível, alimentação, etc.. Para vos dar uma ideia, fizemos pistas com combustível a cerca de 270 Kms de distância.

No mais, com os seus 103.000 km2 (Portugal 92.090 km2), tem 300 km de N a S e 500 km de W a E; está situada entre os paralelos 63º 24′ e 66º 33′ N e os meridianos de longitude 13º 30′ e 24º 32′ W. Os 103.000 km2 da Islândia são, tanto quanto pudemos contastar, dos mais variados, belos e contrastantes do planeta, tudo misturado num aparente caos geológico de grande beleza natural: 12% de glaciares, 25% de campos de lava, 40% de areias negras, 20% de pastagens, 3% de lagos e, nesta diversidade, apenas 1% de área cultivável. Devido à latitude, entre Junho e Julho não há noite; durante a nossa viagem tivemos cerca de 4 a 5 H de escuridão; entre Novembro e Fevereiro, a situação inverte-se, com a agravante da ominipresença da neve e do gelo. 

Em termos simplistas, a Islândia fica situada entre duas plataformas continentais muito activas (a denominada deriva das plataformas norte-americana e euroasiática) que se afastam à velocidade vertiginosa (em termos geológicos) de 2 cm por ano, permitindo a expulsão para a superfície do magma dos vulcões submersos existentes nessa imensa cicatriz geológica, situada a 2.500 m de profundidade, no Atlântico Norte – daí, a imensa actividade vulcânica do país.

Ao longo dos próximo dias, procurarei colocar um resumo do nosso diário de viagem, com fotos, filmes e informação útil.

Fiquem bem.

Anúncios

14 comentários so far
Deixe um comentário

espetacular! 🙂
e digo isto com toda a inveja que consigo encontrar
grande abraço

Comentar por jmfreitas

Boas.
Sensacional. Altamente podes crer.
Qualquer dia também vou lá.
Inté

Comentar por Parola Gonçalves

Amigo,

Ainda agora de lá saí e já tenho saudades.
Com os bilhetes de avião ao preço deste ano, ainda peço um orçamento para enviar/trazer o “mitsuplex” num contentor, por via marítima.

Abraço

Comentar por 100azimutes




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: